Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
01/11/2016 14:39

Ipea apoia a campanha Novembro Azul

A proposta conscientiza os homens sobre a prevenção desse tipo de tumor. A estimativa é de que neste ano surjam mais de 60 mil novos casos

Depois de um mês inteiro dedicado à prevenção e detecção do câncer de mama, o Outubro Rosa, chegou a vez de conscientizar os homens a cuidarem da saúde com a campanha Novembro Azul. Informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo tipo de tumor mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma.

De acordo com números do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, em 2013 foram registradas 13.772 mortes em decorrência da doença. O Inca estima que surgirão mais de 60 mil novos casos neste ano.

Prevenção e tratamento

A próstata é uma glândula masculina localizada na parte baixa do abdômen e fica logo abaixo da bexiga e à frente do reto. Ela envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Os sintomas mais comuns do tumor são a dificuldade ou frequência urinária alterada e a diminuição da força do jato da urina.

O teste mais utilizado para detecção da doença, apesar das limitações, é o toque retal. A recomendação é que se faça o exame PSA (antígeno prostático específico, na sigla em inglês), que ajuda a identificar o aumento de uma proteína produzida pela próstata e seria um indício da doença. Porém, apenas a biópsia da próstata pode dar um diagnóstico preciso.

A escolha do tipo de tratamento é realizada individualmente, de acordo com o diagnóstico. Alguns meios indicados são radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal. Caso o tumor tenha espalhado para outras regiões do corpo, o tratamento escolhido é a terapia hormonal.

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea