Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
05/10/2016 10:30

Indicador de Investimentos aponta recuo em agosto

Retração do Indicador Ipea de FBCF foi de 2,8%. No acumulado do ano até agosto, índice registra alta de 1,4%

Em agosto, o Indicador Ipea de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) aponta contração de 2,8% nos investimentos, na comparação com julho, na série com ajuste sazonal. Este é o segundo recuo consecutivo do indicador mensal de investimentos, após crescimento expressivo verificado em junho, quando registrou alta de 8,2%. O indicador de FBCF mede o que se investiu em construção civil e na compra de bens de capital – máquinas e equipamentos que servem para produzir outros bens.

Na média do trimestre terminado em agosto ( junho, julho e agosto), os investimentos contraíram 0,4%, na comparação com a média do trimestre anterior (março, abril e maio). A queda do indicador em agosto foi resultado do mau desempenho dos dois componentes desse índice. Embora a produção doméstica de bens de capital, medida na Pesquisa Industrial Mensal (PIM-PF), do IBGE, tenha avançado 0,4% em agosto, o consumo aparente de máquinas e equipamentos (Came) apresentou recuo de 2,5%. O Came corresponde à produção industrial doméstica acrescida das importações e diminuída das exportações. Pelo lado do comércio exterior, as exportações caíram 0,7% e o volume de importações de bens de capital foi o grande destaque negativo do resultado de agosto, registrando forte queda de 14,6%.

Já o indicador de construção civil retraiu-se pelo terceiro mês consecutivo, em 3,8%, frente ao mês anterior, ainda na comparação com ajuste sazonal. No ano, essa atividade acumula perda de 5,1%.

GRÁFICO

Indicador Ipea FBCF
(Índice 1995 = 100)

161005 grafico_indicador_ipea
Fonte: IBGE
Elaboração: Ipea/Dimac/Gecon

Dados – Indicador Ipea FBCF agosto 2016

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea