Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
20/04/2016 17:30

Violência no Brasil é tema do Panorama Ipea

Programa traz Helder Ferreira, do Ipea, e Nívio Nascimento, da UNODC/ONU, para discutir os dados do Atlas da Violência de 2016

 

 


Em 2014 houve 59.627 mortes. Isso equivale a 29 a cada 100 mil habitantes. Esses dados equivalem a 10% dos homicídios pelo globo, colocando o Brasil como o maior número absoluto de homicídios. Para Helder Ferreira, coordenador de Estudos e Políticas de Estado e Instituições do Ipea, o Brasil já tem um número alto de homicídio há muitos anos, o que nos coloca como um dos países com maior número de homicídios. "Considerando as taxas, estamos entre os 12 países com as maiores taxas de homicídios com os dados disponíveis. Esse já é um problema que já vem sendo discutido no Brasil há muito tempo", pontuou.

Segundo Nívio Nascimento, coordenador da Unidade de Estado de Direito da UNODC/ONU, quando se fala em crime, violência e homicídios é muito difícil de se estabelecer uma única causa. "São fenômenos multicausais. A gente não pode só apontar um ou outro elemento. Em primeiro lugar, eu acho que uma tendência tem sido apontar a ausência de políticas públicas especificamente direcionadas à redução e à prevenção da violência. A experiência em vários outros países mostra que nem só em desenvolvimento econômico, melhoria em alguns indicadores sociais vai garantir uma pacificação social, de fato. Nessa hora, é necessário justamente você investir em políticas públicas na questão da segurança pública e na questão da redução da violência", recomendou.

Assista às outras edições do Panorama Ipea

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea