Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
topo td

TD 2168 - Gestão do Conhecimento na Administração Pública: resultados da pesquisa Ipea 2014 – níveis de maturidade

Fábio Ferreira Batista/ Brasília, fevereiro de 2016

 

Este estudo identifica os níveis de maturidade em gestão do conhecimento (GC) em que se encontram 73 organizações, com 66 delas pertencentes à administração pública federal brasileira; aponta os principais pontos fortes e as oportunidades de melhoria identificados em tais instituições para o êxito na implementação da GC; e propõe ações a serem priorizadas para a sua efetiva institucionalização. Utilizou-se, com pequenas adaptações, o modelo de maturidade em GC proposto por Batista (2012) para a administração pública brasileira. Este modelo, denominado Instrumento para a Avaliação da Gestão do Conhecimento na Administração Pública (IAGCAP), é constituído de sete critérios (liderança em GC; processo; pessoas; tecnologia; processos de conhecimento; aprendizagem e inovação; e resultados da GC), 42 assertivas e cinco níveis de maturidade – reação, iniciação, introdução (expansão), refinamento e maturidade – em escala Likert com sete opções. Com base nos resultados da pesquisa, é recomendada a priorização de ações em cada um dos sete critérios utilizados para avaliar o nível de maturidade em GC. A originalidade deste trabalho deve-se ao fato de ele analisar, pela primeira vez, o nível de maturidade em GC de órgãos e entidades da administração pública federal brasileira. A indicação das ações a serem priorizadas para institucionalizar a GC nas organizações pesquisadas é também uma contribuição relevante para as organizações interessadas em integrá-la ao seu modelo de gestão. 

Palavras-chave: gestão do conhecimento; maturidade em gestão do conhecimento; organizações públicas federais.

This study presents the levels of Knowledge management maturity of 73 organizations, 66 of which are Brazilian public organizations from the federal government. Moreover, the paper highlights the main strong and weak points identified in those organizations for KM success and it points out actions to be taken for KM institutionalization. The Knowledge Management Maturity Model (KMMM) built by Batista for the Brazilian public administration is used with small changes in the assessment conducted in organizations (Batista, 2012). This KMMM is entitled Instrument for Knowledge Management Assessment in the Brazilian Public Administration and is made of seven criteria (KM leadership, process, people, technology, knowledge processes, learning and innovation; and KM results); 42 statements and five levels of maturity: reaction, beginning, introduction (expansion), refinement and maturity in Likert scale with seven options. Based on the study´s results, actions are prescribed in each one of the seven criteria used to assess the level of KM maturity. The originality of this study is due to the fact this is the first KM maturity assessment conducted in public organizations at the federal level in Brazil. The actions prescribed for KM institutionalization is also a very significant contribution for organizations interested in integrate KM into their management model.

Keywords: knowledge management; knowledge management maturity; federal public organizations.

 

   

acesseAcesse o sumário executivoacesseAcesse o documento (1 MB) 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea