Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 2003 - A dinâmica da Inflação no Brasil

Alexis Maka e Fernando de Holanda Barbosa / Rio de Janeiro, setembro de 2014

Este artigo testa curvas de Phillips usando uma especificação autorregressiva de defasagem distribuída (ADL) que abrange a curva de Phillips Aceleracionista (APC), a curva de Phillips Novo-Keynesiana (NKPC), a curva de Phillips Híbrida (HPC) e a curva de Phillips de Informação Rígida (SIPC). Utilizam-se dados do Brasil (1996T1-2012T2), usando o hiato do produto e, alternativamente, o custo marginal real como medida de pressão inflacionária. A evidência empírica rejeita as restrições decorrentes da NKPC, da HPC e da SIPC, mas não rejeita aquelas da APC.

Palavras-chave: inflação; curva de Phillips; teste abrangente.

This paper tests Phillips curves using an autoregressive distributed lag (ADL) specification that encompasses the New Keynesian Phillips curve (NKPC), the Hybrid Phillips curve (HPC), the Sticky-Information Phillips curve (SIPC), and the accelerationist Phillips curve (APC). We use data from Brazil (1996Q1-2012Q2), using the output gap and alternatively the real marginal cost as measure of inflationary pressure. The empirical evidence rejects the restrictions implied by the NKPC, the HPC, and SIPC, but does not reject those implied by the APC.

Keywords: inflation; Phillips curve; encompassing specification.


acesseAcesse o sumário executivoacesseAcesse o documento (918 KB) 


 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea