Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Slideshare

 

22/04/2014 12:43
topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1948 - Bolsa Família, Escolha Ocupacional e Informalidade no Brasil

Ana Luiza Neves de Holanda Barbosa e Carlos Henrique L. Corseuil / Rio de Janeiro, abril de 2014 

O objetivo deste texto é investigar o impacto do Programa Bolsa Família (PBF) na composição do mercado de trabalho no Brasil. Em particular, analisar em que medida essa transferência de renda distorce a escolha ocupacional dos beneficiários no sentido de torná-los mais propensos a optar por uma ocupação informal. Para tanto, utilizou-se o arcabouço de regressão descontínua (fuzzy RDD), ao explorar-se uma descontinuidade presente na regra de elegibilidade do programa, que vem a ser um limite para a idade das crianças. A análise é feita com base nos microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2006, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os resultados encontrados sugerem que o programa não tem impactos sobre a escolha ocupacional dos beneficiários entre os postos formais e informais.

This study analyzes the impact of conditional cash transfer program Bolsa Familia in the occupational composition Brazilian labor market. The methodology relies on a discontinuity in the program elegibility rule regarding children’s age to attain the identification of a LATE parameter. The analysis is carried out with 2006 microdata from National Household Sample Survey (PNAD/IBGE). Our results suggest the cash transfer program does not affect the occupational choice of Brazilian adults among formal and informal jobs.

 

acesseAcesse o sumário executivoacesseAcesse o documento (1.072 KB)



 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea