Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick
topo td_antigos

TD 0033 - Desigualdades entre Diferentes Grupos Sócio-Econômicos na Agricultura do Nordeste

Léo da Rocha Ferreira / Rio de Janeiro, junho de 1981

Discute a distribuição desigual da propriedade da terra, assim como a distribuição do capital e da riqueza que está concentrada nas mãos de uma pequena parcela da população, no Nordeste do Brasil. A propriedade da terra é altamente concentrada em grandes unidades, sendo que muitos dos pobres da zona rural não possuem terras próprias, o que os obriga a trabalhar em forma de parceria. Analisa as relações econômicas entre parceiros e proprietários agrícolas de diferentes tamanhos na região semi-árida do Nordeste. Utiliza modelos de programação linear e quadrática, que incluem as principais relações entre parceiros e proprietários, tais como atividades de produção nas terras exploradas pelo proprietário ou em regime de parceria, parcela de produção que cabe ao parceiro, trabalho e refeição e consumo dos parceiros. Conclui que qualquer programa que vise a aumentar a produtividade rural e a elevar os níveis de renda deve considerar as relações econômicas e sociais inerentes ao meio no qual foi implementado.

 

 acesseAcesse o documento (1.16 Mb)          

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea