Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1820 - Relação Com o Estado na Visão das ONGS: Uma Sociologia das Percepções 

Fernando Lima Neto / Brasília, março de 2013

Neste texto, discutem-se os resultados da pesquisa realizada pelo Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre Desigualdades da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NIED/UFRJ) sobre percepções de dirigentes de organizações não governamentais (ONGs) no que tange às relações entre Estado, mercado e sociedade civil no Brasil. Os principais achados desta pesquisa gravitam em torno da relação entre as ONGs e o poder público e foram sintetizados em uma máxima: a parceria com o Estado é uma via de mão dupla. De acordo com esta máxima, a parceria com o Estado representa a possibilidade de se estabelecer uma parceria estratégica que potencializa os resultados das ONGs, mas que traz simultaneamente uma série de obstáculos e impedimentos burocráticos que comprometem a autonomia destas instituições. A parceria com o Estado é vista, ao mesmo tempo, como um dos principais obstáculos e como uma alavanca para os projetos das ONGs. Nesta aparente contradição, reside uma lógica complexa e tensa de representações e valores sociais que norteiam as produções de significado sobre estas organizações. Analisam-se diferentes manifestações desta máxima geral identificada nos discursos dos dirigentes de ONGs. O principal objetivo da análise é identificar regularidades de discurso que permeiam os diferentes perfis de ONG contemplados na pesquisa.

Palavras-chave: ONGs; sociedade civil; Estado e sociedade.


 
acesseAcesse o documento (566KB)       

Surplus Labor and Industrialization</strong

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea