Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr


topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1644 - A Criação do Mercosul Contribuiu Para Aumentar a Intensidade Tecnológica das Exportações da Região?
 Marcelo José Braga Nonnenberg e Allan Mesentier / Brasília, agosto de 2011

O artigo indaga se a criação do Mercado Comum do Sul (Mercosul) resultou, de alguma forma, em aumento da intensidade tecnológica média das exportações dos seus países e se o eventual aumento da intensidade tecnológica contribuiu para elevar as exportações. Para isso, foi utilizado um indicador de intensidade tecnológica das exportações. Inicialmente, foi visto que a intensidade tecnológica das exportações destes países para o Mercosul cresceu bem mais do que para o resto do mundo. Verificou-se, igualmente, que a elevação da intensidade tecnológica das exportações intrarregionais de Brasil, Argentina e Uruguai está fortemente correlacionada com o aumento da concentração de produtos e que isso foi devido ao crescimento da participação dos produtos da cadeia automobilística.

The paper asks whether the creation of Mercosul has resulted in any increase in the exports technology intensity of its member countries and whether it has resulted in an increase of its exports. For that purpose, the authors have utilized an indicator of export technology intensity. The first result was that the technology intensity of intra-regional exports increased much faster than to the rest of the world. Second, the increase of technology intensity of intra-regional exports was strongly correlated to the bigger degree of concentration, which was the result of the growth of the automotive supply chain.

                                                                                     
acesse  Acesse o documento (917KB)                          


 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea