LEITURAS RECOMENDADAS/ APRESENTAÇÕES

Governo que aprende: gestão do conhecimento em organizações do executivo federal

AUTOR:

Fábio Ferreira Batista

EDITORA:

Texto para Discussão No 1022, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea, 2004, 108 p.

POR QUE LER:

Este trabalho discute o conceito de Gestão do Conhecimento (GCO) e a sua importância para a Administração Pública. além de identificar o estágio de implementação da GCO em que se encontram seis organizações do executivo federal – Banco do Brasil, Banco Central do Brasil, Caixa Econômica Federal, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e Petróleo Brasileiro (Petrobras), – com base no método da American Productivity and Quality Center (APQC): “Road Map to Knowledge Management Results”.

O estudo destaca algumas práticas de sucesso, situa o tema CGO nas organizações públicas no campo de estudo da Gestão Pública e defende a tese de que a finalidade da GCO em tais organizações deve ser vista como de forma mais ampla que em empresas do setor produtivo. Além disso, ressalta a importância da implementação de uma política de gestão do conhecimento – com diretrizes estratégicas claramente definidas – para “massificar” o processo de institucionalização da GCO na Administração Pública.