O que é? - SELIC Imprimir

2005. Ano 2 . Edição 7 - 1/2/2005

por Andréa Wolffenbüttel

Selic é uma sigla formada pelas iniciais de Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. Esse sistema é operado pelo Banco Central (BC) e cuida exclusivamente de negociações com títulos escriturais emitidos pelo Tesouro Nacional e pelo próprio BC, ou seja, de títulos públicos federais. A sigla ficou conhecida por causa da Taxa Selic, que expressa diariamente a taxa de juro aplicada nas operações de financiamento por um dia, feitas pelo BC, com esses títulos públicos. A vantagem da Taxa Selic em relação às outras taxas de juro é que ela é extraída de um ambiente de negociação mais estável, já que o governo é menos exposto às turbulências da iniciativa privada. Além disso, no atual regime, em que a política monetária é feita por meio da fixação de uma taxa de juro, o BC está sempre disposto a recomprar os títulos públicos de acordo com a taxa estabelecida, ou seja, eles têm liquidez garantida. Por tudo isso, a Taxa Selic é considerada a taxa básica de juro, através da qual o BC procura influenciar as outras taxas. Mensalmente, o Conselho de Política Monetária (Copom) estabelece metas para a Taxa Selic, que refletem sua avaliação sobre a trajetória da inflação. Na primeira reunião de 2005, o Copom voltou a aumentar em meio ponto a meta para a Taxa Selic, que foi fixada em 18,25% ao ano. Assim, o governo estimula o mercado de títulos públicos e reprime a demanda de bens e serviços, ou seja, retém o dinheiro e diminui o risco de uma pressão inflacionária.

 
Copyright © 2007 - DESAFIOS DO DESENVOLVIMENTO
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.
Revista Desafios do Desenvolvimento - SBS, Quadra 01, Edifício BNDES, sala 1515 - Brasília - DF - Fone: (61) 3315-5334